terça-feira, 31 de agosto de 2021

sábado, 28 de agosto de 2021

Participação na Coletânea "Folhas de Platano" - realização: ALPAS 21.

 


Hoje registramos a participação na Coletânea "Folhas de Platano" - realização: ALPAS 21.
NÃO EXISTE UM PROBLEMA SEM SOLUÇÃO
Não existe um problema sem solução, talvez apenas ainda não tenhamos encontrado o caminho correto. Tudo tem sua importância e tudo tem o tempo certo para acontecer. Todos os problemas podem ser superados, basta acreditarmos e tentarmos saber lidar com os obstáculos e desafios que surgem no dia a dia.
A partir do momento que enfrentamos os problemas do cotidiano, sentimos o quão fortes somos e como somos capazes de superar os “impasses” da vida. É importante termos autoconfiança e autoconhecimento, pois assim aquelas situações que pareciam sem saída alavancam melhores possibilidades.
Tantas histórias e notícias que ouvimos e vivenciamos de pessoas que por insegurança ou “fraqueza” se “entregam” aos problemas e/ou tentam “fugir” deles através de vícios, erros e mais erros, que infelizmente só tendem a piorar a situação e acarretam tristeza...
Quando alguém tem problemas que julga serem sem solução, deve procurar as pessoas próximas, nem que seja para um simples desabafo, apoio ou amparo. O amor é o maior alicerce da humanidade – nunca devemos esquecer disso! Devemos encarar as barreiras de frente, para que as esperanças renasçam...
"Emocionantes Ares" - autoria: Valeria Borges da Silveira
" Remo no barco da vida
Sob medida para os carinhos seus
Bastante atrevida
Viajo nos Pensamentos meus
Navego por inúmeros mares
Respiro emocionantes ares
Ao encontro de Tantos Eus..."
O SONHO AINDA FLORESCE – autoria: Valeria Borges da Silveira
“Saudades só temos de pessoas e momentos valiosos...
Que importam as nuvens no horizonte?
Não existem sentimentos ociosos...
O sonho ainda floresce...
...E mesmo quando anoitece
Espera-se que um novo dia desponte...”

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

"4. Sarau Virtual Alpas 21"

 



"4. Sarau Virtual Alpas 21" - participamos com o poema "Intensamente" - autoria: Valeria Borges da Silveira
"Quero desencaixotar as minhas
emoções verdadeiras,
como dar-me o sol...
Não pensar no que sinto,
nem despir-me do que aprendi...
Submeter-me a alegria de cada dia...
O destino de meus olhos
não é ficar em mim...
Quero amor a me completar,
como luz a me iluminar.
Quero viver intensamente,
Acreditar..."

terça-feira, 24 de agosto de 2021

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Nordeste Brasileiro – autoria: Valeria Borges da Silveira

 

Oxente, cabra da peste 

Amo o Nordeste

E o sertão agreste!

O luar do sertão então...

Mora no meu coração!

Tem gente que canta e encanta...

Ivete Sangalo, Simone, Gonzagão...

Lá se dança

Xote, xaxado e baião,

Mas não é isso só...

Também tem forró

E festa de São João!

Moça bonita é faceira

Aipim ou mandioca se chama macaxeira.

Acarajé, Vatapá e rapadura

São outras gostosuras...

Dar a volta é arrodear

Zombar de alguém é frescar.

Mas fica não avexado

Pois o nordeste é arretado! 

 

*imagem da Internet.

terça-feira, 10 de agosto de 2021

Parnaso Poético IV

 


É uma honra e felicidade imensa finalizar mais um trabalho tão rico em arte como o Parnaso Poético! Mais uma vez agradecemos a confiança em nosso trabalho e a participação de cada artista nessa obra que nos dá muito orgulho. Deixamos aqui um agradecimento especial ao artista Gerson Witte que viajou conosco na ideia do Parnaso e com muita sensibilidade criou a logomarca; a obra de arte que é a capa e ainda nos presenteou com um conto e mais ilustrações!!!! Silvana Mello e Osmarosman Aedo (Coordenadores).

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Participação na Antologia "Parnaso Poético - Volume IV"

 


Hoje compartilho a minha participação na Antologia "Parnaso Poético - Volume IV".   Parabéns aos coordenadores Silvana Mello e Osmarosman Aedo! E a todos participantes! 
 
Jardim Encantado – autoria: Valeria Borges da Silveira
“Mergulhei em teu mundo...
Em sonhos e poesias aprofundei
Minha fantasia...
Me apaixonei por teu sorriso e
Teu olhar,
Me entreguei ao teu jardim encantado,
Aprendi a te decifrar.
Toquei com harmonia
Teus acordes...
Em teus braços me realizei,
Não posso mais deixar de te amar,
Com teu carinho sempre sonhei...”
 
Quem Me Dera – autoria: Valeria Borges da Silveira
“ Quem me dera a eterna vida
Nunca arranhar os céus da alma...
Varrer as poeiras diversas
Que se instalam...
Tecer a teia do tempo...
Iluminar meu pensamento...
Quem me dera
Sempre bater forte e escandaloso o coração...”
 
Poeira Estelar – autoria: Valeria Borges da Silveira
“Às vezes é preciso estar
Nas entrelinhas da vida para que se saiba
Aonde se encontra o equilíbrio
Do amor, do ser, do sonho.
Às vezes é preciso construir
Castelos enormes com as ruínas
Que surgem com o tempo no peito.
Às vezes é preciso caminhar sozinho...
Às vezes é preciso lembrar
Que não somos muito,
Que somos apenas...
Poeira Estelar.”
 
O Amor Que Faz Viver – autoria: Valeria Borges da Silveira
“Quero ser o sol que brilha para você
E a nuvem que faz chover...
A saudade que chega
E o amor que faz viver...
Quero fazer você sorrir,
Sonhar e sentir
Tudo de bom que está por vir...
Quero que o beijo dure,
Que o tempo cure
E nos faça ver que somos mais...
Somos tudo
Podemos o infinito.”