sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

"Algo Sem Fim" - autoria: Valeria Borges da Silveira


"Você passa por mim na rua
E sinto amor e
Uma imensa ternura
Mas a vida continua...
Procuro esquecer a amargura
Ou qualquer desventura.
Você foi minha fissura
Talvez uma aventura.
Inesquecível enfim...
Por vezes creio que apesar
Das penas duras...
Ainda o venero sim!
Você será assim...
Sentimento invencível mesmo
Pura paixão!
Sem fim..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário