sábado, 30 de março de 2019

Poesia Curitiba - autoria: Valeria Borges da Silveira


A convite do Secretario de Justiça, Trabalho e Família Ney Leprevost - A União Brasileira de Trovadores Seção Curitiba, a Academia Paranaense da Poesia e o Centro de Letras do Paraná, participaram dia 29 de março de 2019, na Praça Rui Barbosa, das comemorações dos 326 anos de Curitiba, promovida pela Secretaria de Justiça, Trabalho e Família do Estado do Paraná, com um Varal de Trovas, haicais e poesias (estilo livre) escritas por mais de 60 poetas em homenagem a cidade:

Poesia Curitiba - autoria: Valeria Borges da Silveira

CURITIBA
Terra dos Pinheirais.
Lugar de Prosperidade.
No dia quatro estações se faz.
Pelo nome sorriso é conhecida a Cidade.

O Ipê em amarelas flores
Encanta a cidade em cores...
Linda natureza!
Exalto tua beleza!

Aqui tem festa da uva!
E bastante chuva...
Festa junina com quentão,
Paçoca e pinhão.

Já foi morada do Tupi-Guarani
E várias etnias são pioneiras daqui.
Capital do Paraná
Lugar melhor não há!

sexta-feira, 22 de março de 2019

ÁGUA - Autoria: Valeria Borges da Silveira

ÁGUA - Autoria: Valeria Borges da Silveira
"Como uma voz que em segredo
Reza em momentos de mágoa,
Sai gemendo um fio d´água
Do coração do rochedo.
O sangue branco das águas...,
A água correndo...
Parece a ladainha amargurada
De alguém que está sofrendo...
Água...
Sangue vivo no rio,
Como em artérias,
Estuante, e pelos córregos azuis,
Pelos veios
A fecundar o corpo vivo e esquivo da
Terra,
A tumultuar,
No leito das areias...
Estás presente
Nas vasas deletérias
Onde a vida se perde,
Na decomposição do brejo verde,
Nos riachos do Brasil..."

quinta-feira, 21 de março de 2019

POESIAS – autoria: Valeria Borges da Silveira

Dia 21 de março - Dia Mundial da Poesia - Parabéns a todos poetas!!!

POESIAS 
"Poesias...
Palavras delirantes?
Meu céu, sol e chuva...
Diferentes instantes...
Mapas na lua...
Viagem de alma...
Despertar do sonho...
Ou o próprio sonhar...
O coração a disparar... "

segunda-feira, 18 de março de 2019

A ARTE DA SUPERAÇÃO – autoria: Valeria Borges da Silveira


Algumas pessoas tem capacidade de superar as adversidades da vida com menor desgaste, se recuperando mais rapidamente do que outros. E por que isso ocorre? 
Estudos tem revelado várias descobertas de como algumas pessoas tem capacidade de manter o foco e equilíbrio emocional e outras nem tanto. A maioria “dos fortes” tem elevada autoestima (93%),  autocontrole (86%), maior flexibilidade diante de mudanças (81%) e objetivos definidos (72%).
Então, constata-se que “a arte da superação” contempla vários fatores. 

1. Valorizar aptidões – competências e qualidades. 
2. Pensar nos seus acertos – buscando prazer e satisfação no que faz – pois quanto mais satisfeito consigo mesmo mais feliz e forte ficará diante das dificuldades. 
3. Aceitar- se como e quem você é – não fingindo nem simulando emoções – sejam boas ou más. 
4. Poupar os neurônios – de preferência deixar ações que exijam mais equilíbrio para os momentos que estiver mais descansado. 
5. Exercitar o otimismo – não pensando em obstáculos mas em desafios a serem superados.
6. Praticar arte – usando a criatividade.
7. Imaginar um futuro melhor – criando um cenário positivo no futuro e atenuando o impacto de situações traumáticas. 
8. Mudar os planos – pensando em novas possibilidades.
9. Executar ações conforme prioridades.
10. Definir objetivos de curto, médio e longo prazo. 
11. Cultivar a gratidão.
Pesquisas também mostram que pessoas com vínculos afetivos sólidos tanto com familiares quanto com amigos, superam melhor as dificuldades. É importante reservar sempre um tempo para cultivar essas relações. E também participar de atividades em grupos que consiga desenvolver talentos e se sentir valorizado.
A superação é “uma arte” que se mostra diferentemente para cada um que passa por tristes experiências e/ou problemas. Muitas vezes parecem irreversíveis e/ou impossíveis de solução, contudo é fundamental acreditar que tudo é passível de mudança, com confiança, perseverança e otimismo.




Autoria: Valeria Borges da Silveira

sexta-feira, 8 de março de 2019

Dia 8 de março de 2019 - Uma singela homenagem a todas mulheres!!


EU MULHER – autoria: Valeria Borges da Silveira
Sou sincera e objetiva
Às vezes “dona de mim”, incisiva...
Mas nunca dona do mundo.
Serei sempre uma mulher de verdade
nem tanto Amélia nem tanto Elizabeth
Sempre entre sorrisos e tramas
Buscando ser cortês,
Um pouco impetuosa talvez...

Mulher terra, a própria primavera...
Que um lindo futuro espera
Que sonha ser conquistada.
Ficar com “a alma” massageada...
Ter a vida abençoada
Sempre respeitada
Com poesia nos lábios, no sorriso,
Nas letras, na caminhada...

Sou fera, sou anjo,
Sou mãe, sou filha, sou irmã, sou amiga.
Livre e comprometida,
Forte e frágil...
Sensível e atrevida...
Tenho sorte e sou ágil,
Sou cordial, quase sensata,
Nunca ingrata...

Acredito no amor
Sei pouco da vida
Por vezes morro de saudade
De uma fase imensurável, nem vivida...
Sou desdobrável.
Quase um poema, um sol...
Ou mulher lua, indomável,
De temores nua...

(fotos tiradas da internet)

sexta-feira, 1 de março de 2019

Projeto FAEL INTERATIVA


Projeto FAEL INTERATIVA (Projeto Biblioteca – Campus Lapa) - Organização e Coordenação: Valeria Borges da Silveira.
AGENDAMENTOS COM TURMAS A PARTIR DE 10 PESSOAS - diretamente com Valeria Borges da Silveira (no email: valbs@hotmail.com).
Objetivo geral: Interação da Fael com a comunidade da cidade da Lapa, bem como, região metropolitana em geral e Curitiba-Pr , através do acesso às dependências da Faculdade/Biblioteca tanto de discentes quanto docentes . Essa interação se dará por meio de eventos, reuniões, trabalhos educacionais/culturais e afins.
Objetivos específicos:
1. Encontros/agendamentos com discentes de diversas áreas, no que tange ao acervo bibliográfico da FAEL, tais como: área agrícola, área administrativa, área pedagógica, área de recursos humanos, etc.
2. Encontros/agendamentos com discentes de colégios e/ou entidades educacionais e culturais, visando divulgação da FAEL e interação com a comunidade, quer através de eventos, quer através de trabalhos educacionais/culturais e afins.
3. Encontros/agendamentos com docentes de colégios e/ou entidades educacionais e culturais, visando divulgação da FAEL e interação com a comunidade, quer através de eventos, quer através de trabalhos educacionais/culturais e afins.
4. Encontros/agendamentos com membros de Academias de Letras, Centros de Letras e demais entidades culturais e/ou associações afins, visando divulgação da FAEL e interação com a comunidade, quer através de eventos, quer através de trabalhos educacionais/culturais e afins.


(imagens ilustrativas tiradas da internet)