quinta-feira, 27 de setembro de 2018

"QUEM ME DERA" e "DO TEMPO"


"QUEM ME DERA" - autoria: Valeria Borges da Silveira
"Quem me dera a eterna vida
Nunca arranhar os céus da alma...
Varrer as poeiras diversas
Que se instalam...
Tecer a teia do tempo...
Iluminar meu pensamento...
Quem me dera
Sempre bater forte e
Escandaloso o coração..."


"DO TEMPO" - autoria: Valeria Borges da Silveira
"Embriaga-me a velocidade do tempo.
E o vento...
Sensações afloram neste momento...
Puro sentimento...
Sentidos atentos...
Mescla de inúmeros pensamentos...
Vida e encantamento...
Dias sedentos...
O não-tempo para o tempo...
O sussurrar do vento...
Sensações inebriantes do momento...
Louco sentimento...
Sempre atentos...
Diferentes pensamentos...
Todo encantamento!!!
De sonhos sedentos..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário