segunda-feira, 11 de abril de 2016

A Lapa e o Tropeirismo



A Lapa,
Com seu patrimônio histórico tombado
E muito bem preservado,
Tem sua origem atrelada ao tropeirismo...

Os tropeiros pegavam a estrada
E transportavam gado
Do Rio Grande do Sul a São Paulo.
Abrindo caminhos, em um passado idealizado.

Fazendeiros-tropeiros, homens valentes, aventureiros,
Corajosos guerreiros...
Deixaram hábitos,
Arraigados, no dia-a-dia dos lapeanos...

Sua rica culinária, quirera, feijão tropeiro,
Paçoca e arroz carreteiro!
E a hora do chimarrão,
Significativo costume da população.

Matear e conversar,
Em volta da fogueira,
Tradição tropeira:
Confraternização, revigoramento, descontração...

Na minha família,
Com muito orgulho o "herói fundador"
Nhô Joaquim, na lida do campo, nos rodeios, nas festas.
No linguajar especial: alçado, arreio, capoeirão, rabicho, tirador.

Botas, poncho e chapéu.
Tropeiro do Paraná,
Pegava estrada ao léo,
Procurando um bom lugar para pousar.

Tropeirismo é uma marca da identidade da Lapa.
Marca que deve  ser valorizada.
Uma história de encantos.
De gente que conquistou os quatro-cantos,
Dominando a política e a economia.
Cultura respeitada e preservada, que nos leva à nostalgia.    

 "A Lapa e o Tropeirismo" é de autoria de Valeria Borges da Silveira, livro " Reticências" pág 53.



Nenhum comentário:

Postar um comentário