sábado, 12 de setembro de 2015

"Estranha Postura"



Da saudade quero pausa
Mas ela causa
Uma estranha postura
Que na atual conjuntura
Faz eu sonhar com o impossível.
Lembranças rumo às venturas
De um amor inacessível...
Essa saudade escrava
Que a todo instante chorava
A ausência de alguém...
Hoje com ninguém
Se consola e reza
Com amargura o inatingível também.

"Estranha Postura", autoria de Valéria Borges da Silveira, livro "Reticências"

Nenhum comentário:

Postar um comentário