sexta-feira, 17 de maio de 2013

"Não Sei"




Não sei do amor
nem sei quem sou.
Se hoje sou estrela
amanhã já se apagou.
Não sei de um riso acabado,
nem sei de um riso sem fim.
Se hoje sou atriz,
amanhã sou o tablado.
Não sei tocar um dobrado,
nem sei picadeiro.
Se hoje sou igual a você,
amanhã não faço por menos;
serei coração tatuado,
espírito elevado,
nada me perturbará,
serei algo sagrado.

"Não Sei" autoria de Valéria Borges da Silveira - Livro "Tantos Eus" pag 39.

Nenhum comentário:

Postar um comentário