terça-feira, 30 de abril de 2013

"Apenas Palavras"

  

"Apenas Palavras"

"... E as palavras correm soltas no papel
Como saíssem de minha boca
Belas, Loucas
E eu me calo como quem esconde o rosto
E leio minhas palavras
Nem perfeitas
Nem eternas,
Nem mesmo algo mais absoluto.
Sou isca de minha própria vida, palavra."

Livro: Tantos Eus de Valéria Borges da Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário